1 2 3 4

quinta-feira, 31 de maio de 2012


Para refletir: Em Ex. 20:3-4 a Palavra de Deus nos fala: "Não terás outros deuses diante de Mim. Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra." Êxodo 20:3-4
Agora, procure responder a seguinte questão: É possível criar um deus e portanto manipulá-lo?

No Antigo testamento a palavra hebraica mais usada (cerca de 116 vezes) para descrever “santo” é “KADOSH”, que significa “separado”. No Novo Testamento a palavra grega para “santo” é “ÁGIOS”, que aparece 230 vezes de Mateus a Apocalipse, e significa “separados pelo Senhor como Sua possessão peculiar”.
“Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus…” (1 Pedro 2.9)
Na Igreja Primitiva todos os crentes eram chamados de “santos”, mesmo quando o seu caráter ainda não estava completamente formado (ex: At 9.13, 32; 26.10; Rm. 8.27; 12.13; 15.25,26).
“…segundo a vontade de Deus é que Ele (Jesus) intercede pelos santos”. (Romanos 8.27) 
“Ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas, outros para pastores e mestres, com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do seu serviço, para a edificação do Corpo de Cristo”. (Efésios 4.11,12)
De acordo com a teologia romanista, os indivíduos canonizados acumularam um tesouro de méritos, mediante suas vidas “inculpáveis” e a prática de “boas obras”. Esses méritos em “reserva”, então, podem ser colocados à disposição de cristãos de menor envergadura, em resposta às orações feitas aos “santos”.
A palavra de Deus declara que existe apenas um Mediador e Intercessor entre Deus e os homens: Jesus Cristo. 
“Porquanto há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo, homem”. (1 Timóteo 2.5) 
“…o qual está à direita de Deus e também intercede por nós”. (Romanos 8.34) 
Idolatria, no grego “EIDOLOLATRIA” significa: “culto aos falsos deuses” ou “adoração de ídolos”. Esta adoração pode se referir a ídolos ou imagens propriamente ditas, ou então a tudo aquilo que porventura ocupe o lugar de Deus no coração do homem. Por que Deus abomina qualquer tipo de idolatria?
- Sl 115.4-7; 1 Co 8.4 – A Bíblia afirma que o ídolo em si é apenas um pedaço de madeira, pedra, etc., esculpido por mãos humanas, que nenhum poder tem em si mesmo.
- Êx 20.3-5; Is 42.8 – O nosso Deus não divide a sua Glória com ninguém. 
- Ez 14.3,4 – Note que há ídolos que levantamos em nossos corações (ex: avareza: Cl 3.5). Precisamos identificá-los e renunciar a sua força em nós.
- Dt 18.9-12; Is 8.19,20 – O ato de comungar com pessoas que já morreram ou idolatrá-las está ligado à prática do espiritismo, magia negra, leitura de sorte, feitiçaria, bruxaria, etc. Segundo as escrituras, todas estas práticas envolvem submissão e culto aos demônios, e são abomináveis ao Senhor.
- Dt 32.17; Sl 106.36; 1 Co 10.20,28 – Por traz de cada ídolo há demônios que estão agindo, os quais são seres sobrenaturais controlados pelo Diabo. Noutras palavras, o poder que age por detrás da idolatria é o dos demônios.
Registros históricos declaram que no século sexto, missionários foram enviados para o norte da Europa para juntar pagãos ao grupo romano. Eles descobriram que o dia 24 de junho era muito popular entre esses povos, pois era quando ocorria o solstício de verão (solstício: época em que o sol afasta-se o máximo possível da linha do equador). Procuraram, então, cristianizar este dia, mas como? Por esse tempo o 25 de dezembro havia sido adotado pela igreja romanista como o natalício de Cristo. Desde que 24 de junho era aproximadamente seis meses antes de 25 de dezembro, por que não chamar este o natalício de João Batista? João nasceu, devemos lembrar, seis meses antes de Jesus (Lc. 1:26,36). Assim sendo, o dia 24 de junho passou a ser conhecido no calendário papal como sendo o Dia de São João.
Na Inglaterra, antes da entrada do cristianismo, o 24 de junho era celebrado pelos druidas com fogos de artifícios em honra ao deus Baal. Quando este dia tornou-se dedicado a São João, os fogos sagrados também foram adotados e tornaram-se “as fogueiras de São João”!
Ainda hoje o dia 24 de junho é largamente celebrado na Escandinávia, na Alemanha e na Finlândia com fogueiras pagãs. A história relata que até o século passado os camponeses da Finlândia praticavam encantamentos mágicos durante o solstício de verão, a fim de obterem maior fertilidade nos animais.
No Brasil as “festas juninas” são realizadas em todo o país no mês de junho (daí o nome “juninas”, e culminam no Dia de São João). O principal momento da festa é a quadrilha, em que vários casais vestidos de caipira encenam uma cerimônia de casamento (que normalmente não acontece).
http://www.orvalho.org

quarta-feira, 30 de maio de 2012


Pregação embasada nos Livros de Esdras e Neemias do AT, Período: AT vai de 536 a 425 AC (cerca de 2500 anos atrás). Quando o povo de Israel volta de um período de exílio de 70 anos , na Babilônia.
Estudar estes livros porque: Há coisas e princípios relacionados com a natureza humana que são os mesmos, seja há 2.500 anos atrás, seja agora. 
Temas atuais que encontramos neste livros: 
· Alguns princípios de liderança (como motivar pessoas para realizar alguma coisa face a um desafio); 
· Como escolher pessoas para trabalhar ou participar de um empreendimento; 
· Como negociar para conseguir apoio em um projeto; 
· Como reagir ou se contrapor quando temos oposição a um projeto que realizamos; 
· Como planejar; 
Pano de fundo histórico correspondente (É importante considerar não só o texto, mas o contexto) 
· Os exilados voltam em três grupos. Os primeiros voltam sob a liderança de Zorobabel (Esdras Cap. 1 a 6). 
· A cidade de Jerusalém, que havia sido destruída quando da conquista pelos babilônicos e início do exílio, passa a ter sua reconstrução ansiada e desejada pelo povo judeu. 
· A reconstrução do templo demora 15 a 20 anos para terminar. Mais tarde outro grupo volta à Jerusalém, agora liderado por Esdras (Esdras Cap 7 a 10). Quando Esdras chega à Palestina, encontra o povo em condições muito ruins, do ponto de vista espiritual e moral. Ele inicia então, um ministério amplo de ensino. 
· Finalmente, um terceiro grupo de exilados volta sob a liderança de Neemias. Neemias vai atuar na reconstrução dos muros da cidade de Jerusalém, na instrução do povo e na consolidação de todo esse projeto de reconstrução. 
Porque Deus permitiu que o templo fosse destruído? Porque permitiu que o povo fosse levado cativo e só voltasse 70 anos depois? 
Podemos identificar pelo menos um bom motivo para Deus ter permitido o exílio dos judeus: A idolatria. Pra o povo perceber que Deus não morreria com a destruição do Templo. Foi uma oportunidade de crescimento e aprendizado. Foi uma oportunidade de reconstruir, principalmente, uma percepção de Deus. 
Assim como acontece conosco, muitas vezes somos levados a algum tipo de exílio, crise ou proção. Se formos sábios e buscarmos a presença e orientação de Deus, Ele nos auxiuliará a retornar à nossa terra prometida e nos ajudará a reconstruirmos o templo do nosso relacionamento com Ele, a reconstruir as ruínas e as muralhas de nossa vida pessoal, e restaurarmos nossa saúde, a resolver nossa dor, reconstruir nosso emprego, nossos relacionamentos partidos e nossas emoções. 
Palavras-chave síntese dos livros de Esdras e Neemias: Construir ou Reconstruir 
Quem de nós não tem algo na vida para construir ou reconstruir? 
Esdras e Neemias nos ensinam: Como liderar a nossa vida e como construir os nossos projetos. 
Além das casas e construção em geral, havia o plano de rconstrução do templo e das muralhas da cidade, essenciais naquela época, para a segurança daquele lugar. Os judeus, estabelecem como prioridade a restauração do culto e a reconstrução do templo. 
Qual deve ser a nossa prioridade? Os bens materiais? Os estudos? A saúde? A profissão? Nosso relacionamento com Deus? 
A Nossa prioridade deve ser: colocar o Deus Criador do Universo, como a base e o fundamento da nossa vida. 
(João 15: 7) “Se permanecerdes em mim e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiserdes e vos será feito” . (Se, conjunção que estabelece uma condição) 
Deus é uma pessoa que pode se relacionar conosco, que também somos pessoas. O importante é que tenhamos esse relacionamento como prioridade na construção da nossa vida e na realização dos nossos planos e projetos. 
Em carta ao rei Artaxerxes, da Pérsia a quem a Palestina estava politicamente subjugada, alguns opositores afirmam falsamente que os judeus pretendiam reconstruir Jerusalém para poderem se insurgir contra o rei. 
A reconstrução do templo é suspensa por algum tempo (o projeto sofreu oposição). Muitas vezes encontramos diante de nós, situações de oposição. Muitas vezes até em projetos que temos certeza que é da vontade de Deus, que se realize e algo nos impede de continuar: doença, falta de dinheiro... Se nossos projetos estiverem colocados nas mãos de Deus, ou seja nossa vontade e nossos planos estiverem de acordo com a vontade de Deus, Ele conduzirá as coisas de forma correta e no tempo oportuno. Não devemos ficar desanimados com os percalços e a oposição aos nossos projetos e planos. Devemos avaliá-los e ajustá-los para que sejam projetos e planos de Deus e não apenas nossos e, devemos confiar que Deus nos mostrará a solução. Poderá ser até mudar o projeto ou esperar algum tempo para retomá-lo, mas Deus nos mostrará o caminho. 
Perigo de falsos amigos, jeitinho, subornos.... Artaxerxes foi substituído por Dario. Deus inspira os profetas Ageu e Zacarias para que animassem o povo a se esforçar e terminar o templo. Zorobabel e Josué, líderes administrativos do povo entendem a mensagem de Deus e a reconstrução recomeça 23 dias após o apelo dos profetas. 
Algumas vezes Deus nos chama para realizarmos ou concluirmos algum projeto Dele. Como está a nossa disposição? Como será nossa resposta ao convite de Deus? Vamos deixar para depois aquilo que Deus quer que façamos agora? Ou vamos agir prontamente? 
Deus está sempre realizando algum projeto e Ele sempre procura engajar pessoas nesses projetos, pessoas que têm disposição de reagirem positivamente a um convite de Deus. O ideal é que nossos projetos sejam parte dos projetos de Deus. 
Oportunidades para dar testemunho, falar de Jesus, é a oportunidade que Deus está nos dando para Reconstruir a vida daquela pessoa. 
NÃO IMPORTA O TAMANHO DO PROJETO, MAS SIM A NOSSA DISPOSIÇÃO DE NOS ENVOLVERMOS. 
A tentativa de impedir a reconstrução do templo, foi transformada por Deus, para assegurar mais recursos ainda para que o projeto fosse concluído. Os inimigos da reconstrução mandam uma carta a Dario, para embargar a obra. O resultado é exatamente o contrário (Esdras Cap.6) Dario reconhecia que Deus era mais poderoso que ele e se propõe a se engajar em um de seus projetos. ( Deus chamando uma pessoa para se engajar em um de seus projetos). Em vez de embargar a obra, autoriza a construção, envia recursos e ainda de quebra, estabelece a pena de morte a quem se opusesse àquele projeto. 
Foi uma reviravolta, porque Deus havia prometido que o templo haveria de ser reconstruído. E, PROMESSA DE DEUS NÃO FALHA. PODE ATÉ NOS PARECER QUE DEMORA A ACONTECER, POIS O TEMPO É DE DEUS E NÃO NOSSO, MAS CERTAMENTE O QUE DEUS PROMETE, ELE CUMPRE. 
Já haviam se passado 60 anos e, agora ESDRAS lidera a chegada do segundo grupo , de cerca de 7 mil pessoas. Desfio: reconstruir os muros ( o templo já havia sido reconstruído) e de normalizar toda uma vida nacional que havia sido desmontada quando da conquista dos babilônicos. Grande tarefa de reconstrução, de desafios de liderança, persistência, combate à oposição e busca de uma vida feliz e próspera. 
Esdras era um comissário encarregado de cuidar das questões jurídicas. Funcionava como um conselheiro para os assuntos referentes ao povo judeu e era Competente. 
Esdras era um escriba, perito nas Escrituras Sagradas, e apto a ensiná-la. Era também um homem comprometido com Deus. 
Se você for comprometido com Deus, Ele as estará usando para a realização de seus propósitos. Esdras era competente em sua profissão e foi usado por Deus para reavivar todo o povo de Israel. 
Esdras era um homem de caráter , além de competente. Não basta apenas saber fazer as coisas bem feitas, fazer certo. O importante é fazer certo a coisa certa. Que adianta fazer certo a coisa errada? 
Antes de partir da Pérsia para a Palestina, Esdras planejou cuidadosamente sua viagem que lhe tomaria cerca de 4 a 5 meses. 
Muitas famílias levitas haviam desenvolvido uma boa situação econômica na Babilônia e tendiam a não abrir mão desta conquista pessoal para voltar para Jerusalém. 
O que vale mais, as coisas materiais que acumulamos ou nosso relacionamento com Deus? 
Muitas vezes pode-se ter os dois . Elas nem sempre são antagônicas. Mas com certeza, sempre haverá momentos em que teremos que decidir deixar nosso conforto da Babilônia, talvez com muito pouco compromisso com as coisas de Deus, para voltarmos à Jerusalém dos desafios, das mudanças e do compromisso com Deus e seus propósitos que Ele tem para cada um de nós. 
Você está disposto, como Esdras, a colocar a sua competência nas mãos de Deus? A colocar seus planos e propósitos dentro dos planos e propósitos de Deus? A ceder parte de seu conforto material da Babilônia pessoal por um desafio espiritual em Jerusalém? 
Queira Deus que você possa ser vitorioso como Esdras o foi. E que possa afirmar como ele o fez no (Esdras capítulo 8:31) .... “Ele nos livrou das mãos dos inimigos, e dos que nos armavam ciladas pelo caminho”. 
Presb. Maria Helena, Bola Barra Velha, 24/05/2012

terça-feira, 29 de maio de 2012

O louvor é uma expressão de júbilo do povo de Deus tanto nos momentos de profusa alegria como no vale da dor mais atroz. Jesus, estando com sua alma angustiada, na noite em que foi traído, depois de celebrar a ceia com seus discípulos, no cenáculo, cantou um hino e saiu para o monte das Oliveiras, onde travou uma luta de sangrento suor e derramou lágrimas, na mais titânica batalha da humanidade. Paulo e Silas cantaram na prisão, à meia noite, com seus pés presos no tronco e com seus corpos ensanguentados. O patriarca Jó, mesmo esmagado pela dor avassaladora da morte de seus dez filhos, num único acidente, prostrou-se com o rosto em terra e adorou a Deus. Mais tarde chegou a dizer que Deus inspira canções de louvor nas noites escuras.
Queremos examinar o assunto em tela, examinando a passagem de 2 Crônicas capítulo 20. Josafá, rei de Judá, homem piedoso e temente a Deus foi entrincheirado por três nações inimigas: Edom, Amom e Moabe. Esses inimigos entraram em acordo para atacar Jerusalém. A cidade de Davi estava cercada. Os adversários já estavam posicionados, estrategicamente, às margens do Mar Morto, muito próximo de Jerusalém. A notícia chegou ao rei de Judá numa hora em que não se tinha tempo suficiente para esboçar qualquer reação àquele grande exército invasor. Nesse momento, Josafá teve medo. Sabia que era uma causa humanamente perdida. Sabia que o tempo conspirava contra ele. Sabia que seus recursos eram insuficientes para entrar naquela peleja. Em vez de desesperar-se, porém, Josafá pôs-se a buscar o Senhor, e decretou um jejum em todo o Judá e conclamou o povo a orar. O próprio rei confessou não saber o que fazer, mas reafirmou sua confiança em Deus, quando disse: "os nossos olhos estão postos em ti".
Quando o povo clama a Deus, a resposta vem e vem trazendo orientação segura. O povo não deveria temer. Deus lutaria por ele. A vitória não viria do braço da carne nem da estratégia militar. Deus mesmo desbarataria seus inimigos e lhes daria retumbante vitória. Surpreendentemente, Deus ordenou que se ordenasse cantores que, fossem à frente do exército, cantando louvores ao Senhor, em voz alta sobremaneira. A vitória viria não pela espada, mas pelo louvor. Viria não pelo combate, mas pela adoração. Diz a Escritura que, tendo eles começado a cantar e a dar louvores a Deus, o Senhor pôs emboscada contra os inimigos e eles foram desbaratados. A vitória não veio como resultado da batalha, mas como consequência do louvor. O louvor não é apenas arma de guerra, mas o brado do triunfo. O louvor não é apenas consequência da vitória, mas, sobretudo, a causa da vitória. Não devemos louvar a Deus apenas depois que o inimigo foi derrotado, mas devemos louvar para que o inimigo seja derrotado. Não devemos louvar apenas porque o sol está brilhando, mas devemos louvar mesmo nas noites escuras. Não devemos louvar apenas depois que a tempestade se foi, mas louvar para que ela se vá. O louvor é uma expressão de confiança inabalável de que Deus está no controle da situação, mesmo que nós já tenhamos perdido o controle. O louvor é a manifestação de nossa alegria em Deus, mesmo que as circunstâncias à nossa volta conspirem contra nós. O louvor não é apenas um sentimento ou uma emoção, mas uma atitude de descansar em Deus e exultar em sua bondosa providência.
Quando o povo de Israel chegou no acampamento do inimigo, o vale da ameaça, encontraram seus adversários mortos e o acampamento repleto de ricos despojos. O vale da ameaça foi chamado de "vale da bênção". O lugar do perigo, tornou-se o território da vitória. O ambiente de apreensão e medo, transformou-se no palco da celebração. A arena da espoliação, converteu-se em campo fértil da provisão. Aquilo que apontava para a morte irremediável, transformou-se no cenário mais eloquente da vida. O louvor ainda hoje nos coloca acima dos problemas e mais perto daquele que está assentado na sala de comando do universo.
Ministério Amo Família, Pr. Josué Gonçalves

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Graça e paz Irmãos! Cada vez mais devemos estar arraigados na oliveira verdadeira que é Jesus! Sem perder tempo vamos direto a Palavra.

E aconteceu naqueles dias que, sendo Moisés já homem, saiu a seus irmãos, e atentou para as suas cargas; e viu que um egípcio feria a um hebreu, homem de seus irmãos. E olhou a um e a outro lado e, vendo que não havia ninguém ali, matou ao egípcio, e escondeu-o na areia. Êxodo 2:11-12 
Para corroborar, para manter este recado de Deus para nós vamos ler livro de Salmos 122 Alegrei-me quando me disseram: Vamos á casa do SENHOR. Salmos 122:1 vamos repetir: Alegrei-me quando me disseram: Vamos á casa do SENHOR. Salmos 122:1 Uma salva de palmas para esta que deve ser a nossa verdadeira motivação! Devemos ajustar as motivações equivocadas!
O texto que lemos em de Êxodo fala de Moisés e Salmos 122 fala de Davi, dois personagens muito diferentes entre si! Porém sabemos que são o antítipo de Cristo no Antigo Testamento.
Moisés quando nasceu foi ameaçado de morte e lançado na margem do rio. Nós sabemos que Jesus também quando nasceu foi ameaçado de morte. Davi 
Moisés recebeu de Deus e levantou o tabernáculo, Davi também recebeu de Deus e passou para seu filho toda a planta do templo. Essas três pessoas sem dúvida nenhuma, os maiores personagens da bíblia sagrada, Moisés, Davi e nosso Senhor Jesus Cristo tem muito em comum.
A mensagem desta noite pode ser resumida em uma frase, você crê nisso? Você crê que com uma frase Deus pode transformar tua vida? Mudar tua história, reavivar tua vida espiritual? Você crê que uma frase, que uma Palavra de Deus pode mudar tua história? Que bom que você crê! porque Ele vai mudar tua historia hoje!
Quando Moisés que foi deixado nas margens do rio, que sua irmã foi acompanhando para ver o que acontecia, que ela viu a filha do faraó encontra-lo, foi até ela e pediu se queria que chamasse uma mulher para cuidar da criança, chamou a própria mãe. Ela criou Moisés com os preceitos de Deus, porém ele foi criado como príncipe, foi criado com toda glória do mundo. Tudo que você possa imaginar de deleites e prazeres tinha no Egito. Sabemos que o Egito representa o mundo, que faraó representa o inimigo de Deus. Moisés foi criado pelo inimigo de Deus, sendo seu pai, seu rei. Chega uma certa feita, com Moisés já adulto, estava sentado sobre alguns montes de cargas e vê um Egípcio afligindo um hebreu e ele toma uma das maiores decisões de sua vida ali ele ajustar no prumo de Deus, a sua vontade  e pode ser inserido no plano de Deus. Ali pela fé ele escolheu a comunhão com seu irmão do que a comunhão com o mundo. Fugiu e recusou toda glória do Egito. Por 1segundo ele teve a oportunidade de escolher e decidiu não ficar e desfrutou de toda glória do Egito, ou ficar em comunhão com seus irmãos. Quantos estão fazendo opção pelo mundo? Ele fez uma escolhe tremenda que mudou o curso de sua história. Mundo ou Deus, Deus ou o mundo! Ele teve a opção de escolha. Moisés tinha caráter, Ele matou porque tinha fé. Ele defendeu seu irmão na fé! Ali ele foi um instrumento de Deus!
Quantas vezes marcamos churrasco, festinhas optando pelos prazeres do mundo? Em vez de vir a casa de Deus! Não temos dia para descansar quando falamos em buscar a Palavra, o conhecimento de Deus, podemos encaixar um intervalo, um recreio, mas não ter um feriado! Davi no seu dia de descanso pecou, e só pela misericórdia de Deus, ele continuou rei. 
E você, quantos dias de folga você tem tirado? Não me diga que você só vem para a igreja na quinta e domingo? Você acha que é bastante? Temos que estar todos os dias na igreja, Domingo no Culto, segunda na intercessão, terça na Escola de Adoradores, quarta no Mergulhando na Palavra, quinta Culto, sexta célula. A célula é evangelismo! Sábado culto familiar... e no intervalo podemos descansar. Temos que ajustar as motivações equivocadas, estar no prumo de Deus. E tem pessoas que escolhem estar no mundo do que ter comunhão com os irmãos!
Temos que ajustar essa motivação equivocada! Não há mais tempo para pecar, para descansar! Imagine se no dia de sua salvação Deus estivesse descansando, resolveu tirar uma folga! Se você chegasse aqui e estivesse fechado, escrito folga! Imagine se dobrasse o joelho para orar e os anjos dissessem que hoje não esta aberto o céu, é feriado! Fanáticos fazem coisas insensatas, mais aqueles que ardem de amor não vêem a hora de estar aqui. 
Esses dias eu conversava com um irmão que recebeu um comunicado de sua empresa, que teria que estudar de segunda à sexta para fazer um curso, e ele me respondeu que acreditava no Senhor e que não iria deixar de vir na igreja para fazer o curso. Já outros marcam as coisas bem nos horários de culto para não virem a igreja. Não tem prazer em estar na igreja, em estar em comunhão com os irmãos, se teve perdeu. Quando conhecemos a Cristo, o primeiro amor é assim, nos alistamos em tudo. 
Eu tenho prazer e me alegro quando os irmãos dizem vamos a casa do Senhor. Hoje eu tive um dia de recreio, mas durante todo momento meu coração estava focado aqui. 
Quando optamos pela coisa certa, como vem falando o Espírito Santo, entregamos verdadeiramente tudo a Ele e passamos a nos alegrar, por que a Palavra é doce como o mel, na casa do Senhor há o pão da vida, na casa do Senhor há água transbordante, não há nada no mundo que possa saciar o que tua alma precisa. 
Pode passar o dia passeando, tomando chimarrão, em Pipeline, na Disney, mas não será prazeroso como estar na casa de Deus! Mesmo que você se sinta um servo inútil, inferior, um cachorrinho esperando migalhas, aqui Deus fala contigo, a Palavra fala contigo! Deus olha para  você e fala contigo: Que bom que você veio, Eu te Amo!
OS que realmente sentem que arde já estão com o anzol fisgado. Não foi você que escolheu estar aqui. Deus sussurrou no teu ouvido vamos... As vezes, quando você não vem, não é que esta pecando, mais é satanás que faz de tudo para você não estar aqui.
Se a motivação do teu coração for correta, e você arrumar um emprego com o horário do culto, Deus vai mudar tudo a teu favor para você estar aqui! Deus é fiel! 
Almejamos a glória do mundo ou a glória de Deus? Ansiamos por sentir a presença do mundo ou das coisas de Deus? Pois, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus. Tiago 4:4 Aquele que faz amizade com o mundo faz inimizade com Deus! Se você esta neste caminho você tem opção de escolha neste momento!Se você esta olhando a gloria momentânea do mundo como Azafe, não esqueça que ele não via o final de tudo isso. Aquele que só busca os tesouros da terra, mas, perde sua alma. Pois, que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma? Marcos 8:36 De que adianta trabalhar como louco, se desprender da família, perder a comunhão com os irmãos? O mundo exige formação técnica, uma graduação e isso é bom, não sou contra, não é isso que estou falando! E sim de quem tem escolha, tem opção e escolhe não estar aqui. 
Precisamos escrever o Salmo 122 na tábua do nosso coração! E pratica-lo e ansiar ir a casa do Senhor.
Jesus quando entrou no templo começou a expulsar todos os que nele vendiam e compravam, Dizendo-lhes: Está escrito: A minha casa é casa de oração; mas vós fizestes dela covil de salteadores. Lucas 19:45-46 Pois estavam com a motivação errada! 
Quando nos alegramos a vir na casa do Senhor é porque temos uma vida de oração. Tem pessoas que não tem alegria em vir no templo, porque já não tem uma vida de oração,. É porque amam mais as bençãos que o abençoador, as promessas que o Deus da promessa! Não tem opção. Muitos vão porque seus amigos estão lá. Lembram das expressões usadas na pregação, mas não lembram da Palavra. Quando temos uma vida de oração, a Palavra penetra, criamos comunhão, passamos a amar estar aqui! 
Se você não se alegra é porque você esta na igreja, mas ainda tem algumas coisas que te agradam no mundo. Olha para terra seca do mundo e quer. Por isso o Salmo 122 ainda não se cumpriu em tua vida. Você vem achando que é um clube social. Você até pronuncia, mas, sua identidade cristã ainda não esta respondendo a verdadeira vida cristã. 
Deixe de optar pela glória do mundo, tenha prazer nas coisas de Deus!
Italo Augusto David, Bola Barra Velha, 27/05/2012

domingo, 27 de maio de 2012

Tempero para a vida 
Morando em Curitiba entre os anos de 2000 e 2008, trabalhando em um grupo de três emissoras de rádio e duas produtoras de comerciais para rádio e TV, minha vida foi se tornando uma verdadeira batalha contra o relógio. Eu tinha que dar conta da produção de um jornal pra uma rádio, apresentar um programa ao vivo em outra, gravar comerciais diários numa produtora e locuções institucionais em outra. E essa correria começava as 07h30 da manhã, deixando o Bruno na escola, que era caminho do trabalho e terminava ás 19h30, quando eu voltava para casa. Foi nessa época que eu e minha família começamos a procurar alternativas para compensar essa falta de tempo para estarmos juntos. Meus filhos, André e Bruno ( a Érika ainda não havia nascido), eu e a Maria Helena éramos muito unidos, saíamos muito, viajávamos muito, mas, meu ritmo e o ritmo da minha esposa estavam acelerados e alguma atitude teria que ser tomada para mantermos a essência da família. Começamos a ter momentos agradáveis na cozinha. Sempre inventando um prato, compartilhávamos ótimos momentos juntos. No momento em que eu estava no carro, em meio ao caos do trânsito Curitibano, ligava para minha esposa e perguntava: O que vamos inventar hoje? 
Minha esposa, sempre companheira para tudo, sempre tinha uma ideia, ás vezes, os meninos sugeriam um passeio no Shopping, um lanche ou jantar fora, mas, geralmente, nós púnhamos a mão na massa. E era nesses momentos em que estávamos reunidos na cozinha que a conversa fluía. Os meninos compartilhavam as atividades da escola, a Maria Helena falava do seu trabalho e eu contava do meu também. 
Amados, o que eu quero dizer com esse pequeno resumo de nossa vida em Curitiba é que: 
Não importa se o seu dia teve tribulações; se a cidade que você mora é muito agitada ou pacata demais; se seu chefe te humilhou; se o trabalho não rendeu... 
A família é e sempre será a Válvula de escape para você. Usufrua deste presente de Deus para sua vida. Chegue em casa e diga: Hoje, vamos inventar um prato especial. Reúna os filhos e a esposa e mãos á obra. E enquanto um corta a cenoura, outro descasca a cebola, outro prepara a salada e isso regado a muita conversa boa. Eu disse “conversa”, não “ discussão”. Cada um fala do seu dia e ninguém critica ou dá opinião, só ouve! 
Hoje, meu filho mais velho está casado, mas, continuamos a nos reunir de vez em quando para uma boa conversa. E agora, a mais nova, Érika, com sete anos já é uma companheirinha de conversa. Ela compartilha seu dia conosco na hora em que nos reunimos. 
Experimente essa receita aí na sua casa, com sua família. Quem sabe não é isso que está faltando para seu filho liberar aquele abraço que tanto você espera e parece que nunca vai chegar... 
Experimente... 
Estar junto da família é exercer o sacerdócio ao qual você foi chamado. 
Experimente. Você vai gostar. E creio que uma pessoa vai ficar muito feliz além de todos de sua casa: Jesus Cristo... Ele ama os filhos que seguem seus ensinamentos... Ele ama! 
Fiquem em paz; 
Eros Ribeiro

sábado, 26 de maio de 2012

Para ler e pensar...

‎"Manter o padrão moral exigido pela fé que se professa, é resultado de disciplina, escolhas e comunhão com Deus. 
Viver como se não houvesse amanhã, é viver sob o risco de se perder o que tão duramente foi construído. 
A inconsequência do hoje é o arrependimento do futuro. É claro que somos livres, mas o desdém e desprezo à voz daquele que nos convence do pecado, da justiça e do juízo é evidência de um coração para lá de endurecido.
Não há apostasia inexplicável, toda frieza espiritual começa com insensibilidade e rejeição aos sussurros do Espirito Santo no interior do homem. 
Ninguém erra sem saber que está errando, erra arriscando desafiar leis espirituais... O ruim dessa história; as chances da bíblia estar equivocada são nulas, e as vezes aprendemos a lição da pior maneira possível."
Ap. Rina

quinta-feira, 24 de maio de 2012

“Tende em vós o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus.” Fp 2:5 
O contexto deste versículo, Fp 2:1-11, nos mostra o caminho a seguir, o segredo de viver e trabalhar de maneira a impactar o mundo e honrar o Senhor. 
A tendência da carne é buscar unicamente os seus próprios interesses e desconsiderar as necessidades do próximo. 
Tenho orado a Deus que, pelo poder do Seu Santo Espírito, arranque de mim esse coração egoísta, orgulhoso, corrupto e enganoso, e coloque em mim um coração misericordioso e compassivo como o de Jesus (Salmos 139:23-24) "Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno." 
Possuir o mesmo sentimento que houve em Cristo é servir a Deus e ao seu povo de todo coração, em obediência e alegria, desinteressadamente, movido pelo prazer de ver o progresso do Reino de Deus na terra. 
A Palavra de Deus nos convida a penetrar no lugar santíssimo. Mas, para isso há um preço: a comunhão nas aflições de Cristo, assumindo a cruz. Contudo, há também uma recompensa: frutificar no mundo, colhendo vidas para o Senhor, e discipulando-as. E o segredo para tanto é possuir o mesmo sentimento que houve em Jesus. 
Peçamos com insistência esse sentimento, para podermos abençoar o mundo que Ele tanto ama (João 3:16) "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." 
Deus abençoe seu dia, seu trabalho, sua família, seu Ministério; 
Presbítero Eros Ribeiro

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Coroados com a coroa de glória do Senhor
A noiva de Cristo é você, Igreja do Senhor! Deus é o nosso marido e há um trono erguido para Ele em nosso coração. Nós temos livre acesso à Sala do Trono, do Rei dos reis e Senhor de todo o Universo.
Deus concederá nossa petição, pois Ele tem se agradado de nós.
João 1:11 – “Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome.”
Nós éramos plebeias, mas agora somos filhas de Deus, co-herdeiras em Cristo e princesas do Senhor. O diabo trabalha para que as mulheres não saibam quem são em Cristo. Nós seremos coroa de glória na mão do Senhor. Aquilo que Deus já tem feito em tua vida e ainda vai fazer, será para glória dEle dentre todos os que te cercam.
Como ser essa coroa de glória? O que te faz ser honrada na terra?
A tua fé! Nenhuma posição social, status, pode ser maior do que uma mulher de fé, que permanece, persevera.
Tire os olhos dos homens, da placa da igreja e coloque-os em Deus, porque Ele não é o homem para que minta ou o filho do homem para que se arrependa. Busque tudo em Deus!
Nós entramos num ativismo que nos consome, mas Deus se manifestará na medida da nossa busca. Muitas mulheres usaram essa coroa de glória: Sara, a esposa de Noé, Ana; mulheres que perseveraram, acreditaram, passaram privações... Quando qualquer situação torna-se impossível, é Deus quem opera, pois é o nome dEle que está em jogo.
Siga em frente porque Deus tem uma coroa de glória para te entregar! Saia da inércia, levante-se e continue lutando. Não perca a fé; não acredite que se algo não acontece é porque você fez alguma coisa errada ou não merece receber algo de Deus. Quando você perde a fé, desagrada o coração do Pai. Coloque tua esperança no Deus que não falha. Traga à memória as promessas infalíveis do Senhor. O amor, antes de ser um sentimento, é uma atitude.
Hebreus 11:06 – “Sem fé ninguém pode agradar a Deus, porque quem vai a ele precisa crer que ele existe e que recompensa os que procuram conhecê-lo melhor.”
A natureza da fé: Aqueles que esperam no Senhor não ficarão confundidos ou envergonhados. Declare a Palavra porque ela tem poder. Lembre-se que o mundo foi criado pela Palavra de Deus.
Deus é poderoso para cumprir cada uma das nossas necessidades. Nós crescemos com a necessidade de aprovação de todos. Mas o amor de Deus não depende de nós, de aprovação, mas depende somente dEle, então... já está mais do que garantido que somos amados.
O Senhor procura por pessoas que O adoram em Espírito e em Verdade. Ester 5:02-03 – “E, quando ele viu a rainha Ester esperando lá fora no pátio, teve boa vontade para com ela e estendeu-lhe o seu cetro de ouro. Ester entrou, chegou perto dele e tocou na ponta do cetro. E o rei perguntou: — O que está acontecendo, rainha Ester? O que você deseja? Peça o que quiser, que eu lhe darei, mesmo que seja a metade do meu reino.” Hoje o Senhor levanta o cetro dEle para você e pergunta: Qual é a tua petição?
Entre com fé na presença de Deus, porque Ele vai conceder a tua petição. A tua vida e testemunho têm influência por gerações.
Precisamos lançar fora toda a nossa amargura e ressentimento, precisamos nos aceitar.
Provérbios 8:17-21 – “Eu amo aquele que me ama; e quem me procura acha. Tenho riquezas e honras, prosperidade e justiça. O que eu ofereço vale mais do que o ouro fino e é melhor do que a prata mais pura. Eu ando no caminho da honestidade e sigo os passos da justiça, dando riqueza aos que me amam e enchendo as suas casas de tesouros.”
Deus quer te abençoar com riquezas e honra!
Deus te abençoe!!!
Pra. Denise

terça-feira, 22 de maio de 2012

Nesta noite eu quero falar sobre entrega, sobre confiança, a entrega fala de confiança. Você só entrega algo a alguém se tiver confiança. Você não entrega teu carro a alguém se não confiar nesta pessoa. Muitos de nós temos feito entregas erradas, muitos tem entregado suas vidas a pessoas erradas, a coisas erradas... cuidado!
E entregar a Deus... você já entregou algo a Deus e pareceu nada acontecer, nada mudar? Comigo já aconteceu! Seja qual for a área, financeira, familiar, no casamento. As vezes entregamos algo e o tempo passa e não vemos mudança alguma!
o Senhor nos diz: " Entrega o teu caminho ao SENHOR; confia nEle, e Ele o fará." Salmos 37:5
Então o que deu errado? As vezes você pensa o Senhor não vai fazer nada por mim? Para viver a plenitude de Deus na tua vida você tem que entregar verdadeiramente a Ele suas aflições. O problema esta na entrega! Existem 3 coisas erradas que fazemos quando entregamos a Deus algo: 
1- Entrega Aparente ou Parcial: Muitas vezes nos aproximamos de Deus para entregar algo a Ele, mas, em nosso coração não entregamos. É como colocar uma carta no correio, queremos sedex 10 que chega mais rápido, endereçamos ao destinatário corretamente, colocamos o remetente, pagamos o sedex, mas o conteúdo, carta não esta colocada dentro. A carta chega vazia. Muitas vezes entregamos assim, aparentemente, quando Ele olha esta vazio aquele pedido. 
Também parcialmente podemos entregar algo, a Palavra diz: "entrega parte", "entrega um caminho"? Não, a Palavra nos diz: "Entrega o teu caminho ao SENHOR; confia nEle, e Ele o fará." Salmos 37:5... é todo o caminho! Muitas vezes entregamos parte, e parte queremos resolver. Entregamos a família, o casamento, mas, não tudo que rodeia. Quando existem dores de traição conjugal, não adianta você entregar somente teu casamento, ou teu esposo, tem que entregar tudo, todos os sentimentos envolvidos, as dores, raiva, tristeza, ódio. A entrega não é parcial! 
Pessoas não tem crescido dentro da Igreja porque passam da primeira luta e já pegam de volta o problema para resolver. Deus olha e pensa: "Meus filhos, quantas vezes vem diante do altar entregar seus problemas e depois pegam de volta!" Muitas coisas dão errado por isso, entregamos um pedaço, parte, mas não o caminho todo!
2- Confiar - temos dificuldade de confiar! Quando vem as lutas, os problemas já desacreditamos no poder do Senhor. Cade a confiança? Muitas vezes não recebemos porque não temos confiança! Se Deus é poderoso Ele faz! Como filhos com tantas promessas ainda desconfiamos, o relógio é dEle é Ele que faz a hora certa! Imagine se você tivesse uma dívida para pagar amanhã, e ai lembrasse de um amigo que esta bem, que tem grana par te emprestar. Você vai até ele explica a situação e pede que ele pague tua dívida, este amigo diz que vai te ajudar. Ai você vai dormir tranquilo, esperando amanhã com a certeza que vai dar tudo certo, porque este amigo é digno de confiança. Mas, se ele não for digno de confiança você continuaria se preocupando. Agora transfira isso para Deus! Muitas vezes procuramos Deus, entregamos tudo a Ele, mas, mesmo assim ficamos preocupados, ficamos com desconfiança. DEUS É PODEROSO! "As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou para os que o amam." 1 Coríntios 2:9
Cade a confiança no Senhor todo Poderoso? Imagine Deus ver você, segunda na intercessão, quarta estudando a Palavra, quinta culto, sexta célula, domingo culto, e ainda desconfia dEle! Desconfia daqEle que basta um sopro para fazer o impossível acontecer! Se eu verdadeiramente entregar meu caminho Ele o fará! 
3- Esperar - Como é lindo o que o Salmo 40 que nos diz: "Esperei com paciência no SENHOR, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor." Salmos 40:1 Quantas promessas tem falado com os nossos corações. Mas não esperamos por elas, assim, não fazemos a nossa parte! Enquanto você não faz tua parte, Deus não pode fazer a dEle. Entregar "o caminho", se verdadeiramente confiamos nEle veremos Deus agir. Talvez teu problema seja o reagir das promessas. Deus cumprirá as promessas a seu tempo e modo, depois que entregarmos todo o caminho verdadeiramente de coração a Ele. Que entrega você tem feito ao Senhor, quantas entregas momentâneas no altar e quando vê já pegou de volta. E na confiança, quando tudo parece ser contrário você deixa de confiar. Para receber as promessas devemos ter confiança, viver a plenitude! "E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra." 2 Crônicas 7:14 Hoje é dia de restauração da fé! Você tem olhado para pessoas, visto erros, talvez esteja cansado, com a tua terra seca. Esta na hora de derrubar as muralhas que tem nos separado de confiar verdadeiramente no Senhor. 
A bíblia nos mostra que quando confiamos verdadeiramente no Senhor as bençãos vem sobre nossas vidas. Em Êxodo 2:1-10 A mãe de Moisés por três meses retém, esconde Moisés e não confia verdadeiramente em entrega-lo ao Senhor até chegar um momento em que ela não pode mais fazer isso, então ela o põe nos juncos à margem do rio, e a filha do faraó o encontrando acaba pedindo que a própria mãe o crie e ainda oferece um salário por isso: "Leva este menino, e cria-mo; eu te darei teu salário. E a mulher tomou o menino, e criou-o." Êxodo 2:9 Ao final é benção de Deus sobre a tua vida se você entregar verdadeiramente os seus caminhos ao Senhor! Quando confiamos com o espírito de Jó, de guerreiro! Você vai ver as bençãos de Deus sobre tua vida! Chegou o tempo de dizer: "Eu sou mais que vencedor!"
Pr. Luciano, Bola Barra Velha, 21/05/2012

domingo, 20 de maio de 2012

"Rogo-te que me mostres a Tua glória." Êxodo 33:18 
Quando Deus nos diz: "vocês não podem ver Minha face", muitos retornam as atividades normais e ficam satisfeitos, pensando já terem cumprido seu dever religioso. Nem mesmo nos questionamos. Talvez, porque tenhamos medo da resposta, ou de sermos impertinentes. Moisés insistiu e aprendeu que "perseguir" a Deus, movido por amor à Sua pessoa, não o incomodava, mas, sim, significava a maior alegria do Seu coração.
O que Deus quer é simplesmente que olhemos para Ele. Sim, podemos dizer-Lhe aquilo que sentimos, precisamos fazer isso. Mas, o que o Senhor realmente espera é reconhecer nossa mais íntima adoração e louvor, em nível que transcenda meras palavras e ações exteriores. Ele deixou diante de ti uma porta aberta, mas você tem que olha-Lo face a face. "Depois destas coisas, olhei, e eis que estava uma porta aberta no céu; e a primeira voz que, como de trombeta, ouvira falar comigo, disse: Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer." Apocalipse 4:1
Deus esta chamando você para Sua intimidade. Se ousar responder este chamado, terá conhecimento de uma faceta do caráter de Deus que, até então, você desconhecia. O único caminho para o lugar que Davi chamava de "esconderijo" passa pela porta da adoração. Ao passar por este caminho, você deixa de lado todas as demais distrações e concentra seu corpo, mente e espírito em Deus.
Quando a presença dEle se tornar tão forte, que você não mais se importe com nada a seu redor, você vai experimentar um encontro com Deus do qual nunca se "recuperará". Seu coração ficará permanentemente afetado pelo amor, assim como a perna de Jacó ficou pelo manquejar.
Deus parece estar deixando as portas abertas dos céus e dizendo: " Venham para um novo lugar de intimidade e comunhão Comigo!" Você não precisa se preocupar com as bênçãos se estiver confortável no colo do Abençoador! Diga Lhe que O ama, e as bençãos virão como consequência. Busque o Abençoador, não as bençãos! Busque o Avivador, não o avivamento! Busque a face de Deus, não Suas mãos!
Veja o que Jesus disse daquela mulher pecadora: "Em verdade vos digo que, em todas as partes do mundo onde este evangelho for pregado, também o que ela fez será contado para sua memória." Marcos 14:9 Imagine a humildade da adoração daquela mulher! "E os seus discípulos, vendo isto, indignaram-se, dizendo: Por que é este desperdício?" Mateus 26:8 e Jesus respondeu, "Isto não é desperdício é adoração." Em outras palavras, ela estaria sempre na memória de Deus. E nós, como temos O adorado? Será que estamos em Sua memória? Ansiamos por uma visitação do Senhor?
Podemos estar entre as pessoas que tocaram no coração do Senhor e ficaram em Sua memória, as quais Ele dirá: "Sim, Eu me lembro de você. Sei quem você é. Muito bem, servo bom e fiel!"
Texto fundamentado no Livro "Caçadores de Deus" de Tommy Tenney

sábado, 19 de maio de 2012

A Igreja Bola de Neve tem uma identificação muito grande com um público jovem e descolado. Fundada por Rinaldo Luiz de Seixas Pereira, um surfista formado em propaganda, fundou sua própria igreja em 1993. Apóstolo Rina, como é conhecido, passou pela Igreja Batista e pela Renascer. Seu primeiro templo era em uma garagem na Rua Marco Aurélio em janeiro de 2000. Hoje são 150 no Brasil e outras no exterior. Rina conta como aconteceu seu chamamento, fala sobre drogas, homossexualismo, casamento e outros temas.
Você usou drogas na juventude?
Embora com um bom alicerce familiar, usei drogas – maconha e cocaína – pelo embalo da adolescência. Dos 16 aos 20 anos. Mas isso não me transformou em uma pessoa irresponsável. Sempre trabalhei. Parei quando me converti. E nunca fui consumido pela droga.
A religião sempre esteve presente em sua vida?
Aos 20 anos, tive as experiências com Deus que foram marcantes e definitivas. Estudei no Colégio Batista Brasileiro em Perdizes e frequentei a Igreja Batista ucraniana que meus avós frequentavam. Eu tinha sede de Deus. Fui em busca da minha fé e queria desenvolver minha fé. Foi isso que me atraiu. Depois, fiz parte da Renascer onde fiquei 4 anos e meio.
Por que criou a Bola de Neve?
O ministério exigiu que eu me posicionasse. Entendi a minha chamada e a minha vocação. Formado e pós-graduado e trabalhando em propaganda e marketing, entendi que deveria atender a esse chamado. Se eu não fizesse isso, seria o sujeito mais incompleto do planeta por mais bem sucedido que fosse.
O primeiro templo foi na Rua Marco Aurélio?
Não. Antes um amigo empresário emprestou um salão de uma confecção de roupas para surfe no Brás, comportava umas 120 pessoas. Oito meses depois, consegui alugar o prédio na Marco Aurélio, 496, e o primeiro culto aconteceu em janeiro de 2000. E vivia lotado com mais de 700 pessoas em cada culto. As pessoas ficavam apertadas e tinha gente na rua.
Por que Bola de Neve?
No começo, as pessoas se identificaram como as mensagens eram passadas. Falávamos de Deus, mas também surfávamos. Não éramos uns ETs. Pensamos em algo que começasse pequeno e depois poderia crescer. E Bola de Neve se encaixou e traz um pouco da essência do que é a igreja. É irreverente e não associa logo à religião, a coisa formal. Nosso público já tem muita formalidade em suas vidas e quer ir para a igreja do jeito que ele é sem precisar representar nada.
Descontração até na pregação?
Sim, isso desde o início. Tem gente que pensa que para andar com Deus você não pode ter graça, alegria. Na verdade o relacionamento com Deus é muito mais do que isso. Nossa proposta é como deve ser o relacionamento com Deus. Dentro de parâmetros bíblicos, aqui, você não vai ver doutrinas que são criadas pelo seu líder. Não importa sua roupa, seu esporte, seus gostos pessoais.
É por isso que os cultos são bem animados?
É tudo muito espontâneo. É um público MTV e eles querem louvar com música, é claro.
O que é fundamental?
Entender o que é pecado segundo a Bíblia. E usar seus dons a serviço da sociedade. Através da igreja, você vai descobrir que você é importante para Deus e Ele é o mesmo para você. E disseminar a luz que recebeu dEle.
Não importa a profissão, esporte ou posição social?
Ficamos muito estigmatizados como essa história de surfistas. Hoje, se você perguntar na igreja quem surfa, acho que nem 5% faz esse esporte. Eu e outros pastores ainda surfamos como qualquer outra pessoa. Mas hoje o público da Bola é alternativo. Tem quem pratica esportes radicais e outros, nenhum esporte. É um lugar para desenvolver a espiritualidade com Deus em um ambiente informal e descontraído.
A pastora Denise Gouveia de Seixas Pereira, sua esposa, tem que participação na Bola de Neve?
A música sempre fez parte da adoração a Deus, desde os hebreus. Ela cuida de todo o ministério de música e de adoração. Ela tem o dom e escreve e compôe a maioria das músicas da igreja. São músicas de contemplação e de uma experiência espiritual com todos os tipos de batidas. É uma coisa de nossa geração.
Quantos integrantes tem a Bola de Neve atualmente?
Deus falou para David não fazer um senso em sua igreja para ele não achar que ele era alguma coisa. Nunca fiz essa conta.
Você não tem ideia?
Na cidade de São Paulo, devemos ser uns 18 mil. Incluindo o ABCD, devemos ser uns 25 mil. E no Brasil, uns 50 ou 60 mil. Mas não mensuramos isso.
Qual é a diferença com outras igrejas?
A forma como as coisas são conduzidas. Aqui o povo sente como as coisas acontecem sem formalidade. Como as outras igrejas, também buscamos a prosperidade e ela é importante em nossa vida, mas não é a nossa principal bandeira. Aqui, procuramos tratar os assuntos de forma mais holística. Nosso relacionamento com Deus passa por muitas coisas e tem outros propósitos. Temos seriedade da palavra, o caráter dos tradicionais e o carisma dos pentecostais.
É uma igreja mais para jovens?
Esse é outro estigma. Quando começamos o jovem era maioria. Onze anos depois, esses mesmos jovens cresceram, casaram e tiveram filhos. Muitos deles trouxeram seus pais para a igreja. Hoje é um público misto. Digo que somos jovens de espírito. A nossa liturgia é bem descontraída. Tudo é muito espontâneo. A gente transmite o que vive e uso uma linguagem que o jovem se reconhece.
Sexo só depois do casamento?
Quando você acredita na Bíblia, você passa a viver uma contracultura. Nas gerações passadas, vivíamos na revolução, na rebeldia. Depois, ficamos mais rígidos. Saímos de um extremo para o outro. Era o sexo livre e o uso de drogas sem limites. Muitos morreram de overdose. Nossa geração, a “X”, conseguiu dar um equilíbrio. O mundo atual vive um retorno aos valores familiares. Queremos o que é saudável como estilo de vida e que sirva de exemplo para os filhos.
Os jovens entendem e aceitam essa mensagem sem dificuldade?
Para a nossa surpresa, as experiências deles os levam a aceitar a palavra de Deus como viva. Alguns jovens que chegam à Bola de Neve tiveram vários parceiros sexuais na vida. Se envolveram emocionalmente com muitos e hoje se sentem sozinhos. E quando descobrem que podem viver alicerçados em outros valores, que existe gente que leva essa vida e é feliz, eles querem isso para eles. O sexo não precisa ser a única coisa na vida das pessoas. Segundo a Bíblia, ele será bom e saudável quando você estiver com a pessoa certa, quando houver amor entre o casal. Não essa bagunça que vivemos hoje, com pessoas morrendo de aids, gravidez precoce e marcas emocionais por toda a vida. Essa geração está cansada disso.
A influência vem da TV e de outras mídias?
É o que o cinema e a TV dizem. Nós, como igreja, estamos na outra ponta da corda. Recebemos as pessoas decepcionadas com esse padrão, com essa cultura. A maioria vive assim para não ficar excluída de seus grupos sociais. Na igreja, elas descobrem que existem pessoas da geração delas que vivem por outros padrões, pela palavra de Deus, e podem viver felizes.
Na área social, o que a Bola de Neve faz?
Temos uma frente chamada Nova Vida. Oferecemos todo o apoio e suporte para dependentes e co-dependentes com drogas. Ninguém precisa ser da igreja e está aberto para todos. São grupos de apoio e temos alianças com casas de recuperação. Em caso de internação, orientamos e auxiliamos a pessoa e seus familiares. Os resultados são surpreendentes. Já recebemos a visita de estudantes da Faculdade Paulista de Medicina para saber como as pessoas estão deixando o crack sem uso de remédios. Temos diversos casos aqui.
O dízimo é obrigatório?
A oferta e o dízimo são as formas bíblicas que a igreja tem para se sustentar. Nos sustentamos através das ofertas e dos dízimos. Não constrangemos ninguém. Muitos chegam preparados para serem extorquidos. Quando conhecem nossa igreja, percebem que tratamos do assunto de forma natural, sem pressão. E ele acaba contribuindo com o que pode.
Como funcionam as células?
Assim como acontecia na história, as pessoas se reuniam nos templos e nas residências para estudar a palavra de Deus. Funcionam como um bate-papo em um ambiente familiar. E é uma oportunidade para fazer amigos na igreja. Tem um líder que pode servir como conselheiro.
Homossexuais são aceitos na Bola de Neve?
São seres humanos tão amados por Deus como qualquer outro ser humano. Mas a Bíblia diz: “o homem foi feito para a mulher e a mulher para o homem”. Não sou eu quem está falando, é a Bíblia. É um pecado como o adultério e está na Bíblia. Não julgamos ou condenamos. Temos um grupo do NV voltados para aquelas pessoas que querem sair do homossexualismo. Na Bola de Neve são dezenas de casos de pessoas que mudaram e muitos deles sobem ao púlpito e contam sua história. O que acontece é que tudo aquilo que está em desacordo com Deus fica latente e começa a incomodar dentro dele. O mesmo acontece com aquele que está em adultério.
A Bola é uma igreja elitista?
Não queremos elitizar e pregamos para todas as classes. E as nossas frentes sociais estão localizadas na periferia. Para nós, não importa sexo, cor ou situação financeira. O nosso pensamento é uma extensão do pensamento divino.
Você sempre está presente nos cultos na Rua Clélia?
Quando estou aqui sim, mas viajo muito. Na Clélia, recebemos em média 5 mil pessoas em cada culto que acontecem às quintas, às 20h, e domingos, às 10, 16 e 19h. Nas sextas, às 20h, temos um culto somente para mulheres na Clélia. Aqui na Turiassu, o culto é no sábado, às 20h. E na última terça do mês, também às 20h, temos uma reunião para empresários e empreendedores onde abordamos assuntos do mundo corporativo na visão da Bíblia. Incluindo os temas ambientais. Afinal temos que cuidar desse nosso planeta.
E a Bola de Neve também se faz presente em mídias como TV, rádio, internet...
Na RedeTV! o nosso programa é às duas da madrugada no sábado, no mesmo horário do programa do Serginho Groismann na TV Globo. O pessoal sai de lá e vem ver a gente. Temos uma gravadora e a web rádio mais escutada no Brasil, basta acessar www.bolaradio.com.br.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

"Desde agora ninguém me inquiete; porque trago no meu corpo as marcas do Senhor Jesus." Gálatas 6:17 
1ª Viagem Missionária - Paulo e Barnabé, viajaram para Galácia, onde pregaram a Palavra e formaram uma congregação de Judeus e não Judeus(gentios)
2ª Viagem Missionária - Paulo e Silas voltaram para as congregações de gálatas e firmarem a fé e aumentarem em número dia a dia.
Depois que Paulo foi embora, veio os falsos instrutores os judaizantes e persuadiram alguns da congregação na circuncisão e na lei de Moisés, isto é, pela lei só os circuncisos tinham direito as promessas de Deus, porém, quando Jesus morreu na cruz à aceita-lo pela graça foi nos dado esse mesmo direito e era isso que Paulo pregava. E quando esta notícia chegou a Paulo ele ficou indignado e ele mesmo escreveu a próprio punho a carta a Gálatas, nem foi o mensageiro, para que eles mesmos reconhecessem a letra de Paulo e não houvesse duvidas que fosse ele mesmo que estava falando.
Muitos vezes isso não é diferente nos dias de hoje.
1° Aceitamos a Cristo como Salvador, o primeiro amor
2° Vem as lutas e batalhas e começamos a enfraquecer na fé, e vem o Pastor ou irmão e nos anima a continuarmos e assim vamos firmando a fé
3° E depois se não estivermos firmados em Jesus, podem vir os falsos instrutores (mundo) nos persuadir com as coisas do mundo a largar tudo.
Marcas: carimbo, sinal ou distintivo no impresso no corpo, etc Marcas não são esquecidas.
Existem marcas que ficam e marcas que se apagam. As marcas boas são como um cicatriz que você carregará pro resto de sua vida. Ex.: as marcas nas mãos e nos pés de Jesus são marcas de salvação da humanidade.
Um hematoma, fica roxo por um tempo, mas daqui a pouco somem. Como alguém que te magoa profundamente, você ficou triste, mas, com o tempo essa magoa vai sair do seu coração vai haver o perdão e esse hematoma sumirá.
Marcas nos fortalecem a cada dia. Porque ela nos traz a lembrança daquilo de bom que vivemos, de quando nos convertemos, dos Pais da fé. Para quantas vidas falamos de Cristo no início de nossa caminhada com Jesus, no primeiro amor? Milagres aconteciam, e agora são normais, pessoas são curadas e é normal, quando uma alma se converte ha uma festa no céu, e para muitos é só mais uma. Não pode ser assim! Temos que voltar ao primeiro amor. Voltar aquele espírito de pregar em todos os lugares, aquela vontade de ir ao Paraguai falar de Salvação, de ir em qualquer lugar pregar a Palavra. 
Se Cristo vive em mim, eu carrego as marcas de Cristo, eu tenho que buscar o caráter de Cristo. Carregar bíblia debaixo do braço e saber ela de cor e salteado é uma coisa, mas, isso vai mais além, é viver o que nela esta escrita, e as pessoas ver as marcas de cristo em você.
Meus irmãos tenho uma notícia pra vocês... o fim esta próximo ou temos a marca de Cristo em nossas vidas ou a marca da besta e se você não estiver firme com Cristo, a chance de você ter a marca da besta é grande, e pior ainda terá um fim terrível.
Jovens: Vocês tem demonstrado as marcas de Cristo? Colégio, com os professores, colegas, o seu comportamento em sala de aula, em casa com a mãe e com pai, tem demonstrado as marcas de Cristo? Como vocês tem se comportado, como quem serve a Deus ou ao diabo?
Mulheres: Vocês tem as marcas de Cristo? Como estão cuidando da casa, do marido dos filhos? Como tem se comportado com o esposo quando chega de um dia de trabalho, o tempo com os filhos como tem sido, o que tem ensinado a eles? E na igreja vocês tem pago o preço em oração par sua família?
Homens: E vocês, e nós? Temos sido o provedor da casa? Temos o dever se ser provedores financeiros e também espirituais. Temos que pagar o preço em busca em oração pela direção do Senhor em nossa casa. Temos que pagar o preço para estarmos presentes com a família, dar carinho a esposa, atenção aos filhos.
Igreja: e nós denominação Bola de Neve, temos demonstrado as marcas de Cristo? Demonstrado amor, carinho, união, temos buscado almas, levar a Palavra da Salvação? Quais são as marcas que estamos deixando? O que a Igreja tem feito aqui em Barra Velha com o Centro de Recuperação Amigos da Paz, recuperando dependentes, dando um nova oportunidade, acreditando nas pessoas, esta deixando uma marca que por muitas gerações será vista! 
Nós como igreja precisamos deixar marcas neste mundo, como fazemos isso. Sendo servos ajudando um ao outro. 
Vamos deixar marcas por onde passarmos, em nossas esposas, maridos, filhos, no seu trabalho, sua igreja, em Barra Velha, no Brasil, Mundo. 
Hoje é uma noite profética... Vamos ungir suas mãos para que você possa lembrar das marcas de Cristo naquela cruz, e que você possa a partir de hoje deixar marcas de Cristo na vida de muitas pessoas.Que o Senhor traga a sua mente onde estiver como se portar como um verdadeiro Cristão que carrega a marca de Cristo. Creio que aqui dentro se levantarão homens e mulheres que marcarão a história de muitas famílias, cidades e até a história de um país Não se limite você é filho do Altíssimo você tem a marca da promessa.
Eduardo Jacinto Borba, Bola Barra Velha, 17/05/2012.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

"Acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros, porque o amor cobre multidão de pecados." I Pedro 4:8
Especialistas do comportamento humano asseguram que o segredo de um casamento perdurável, portentoso e prazeroso se baseia na franca amizade fomentada entre os cônjuges. Veja, o que constata uma recente pesquisa cientifica:
“O psicólogo John Gottman relata em seu livro “Sete princípios para o Casamento dar certo” (Ed. Objetiva), como durante 16 anos conduziu uma das pesquisas mais inovadoras sobre casamento e divórcio, utilizando-se da estrutura da Universidade de Washington. Casais voluntários eram selecionados para passarem um fim de semana numa “casa monitorada”. Todas as reações e conversas foram filmadas e os cônjuges tinham até monitoramento de pressão e temperatura do corpo. Neste tempo, mais de 700 casais foram avaliados e a conclusão de Gottman foi de que a Amizade é o fator comum aos casamentos que deram certo e não terminaram em divórcio. Estes são dados elaborados por meio de sérios e fidedignos testes, que comprovaram cientificamente a importância da Amizade dentro do casamento”. Fonte: www.padom.com / bibliaword
Entre diversas virtudes a serem prezadas, estimadas e desfrutadas como benção de Deus na vida a dois, existe uma que é simplesmente imprescindível: A AMIZADE!
A IMPORTÂNCIA DA AMIZADE NO CASAMENTO
I. Obstáculos que dificultam a amizade no casamento:
A. EGOISMO:
“Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres”.Tiago 4.3
B. RESSENTIMENTO:
“Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira” Efésios. 4.26
C. FRIGIDEZ:
“Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros”. Rm 12.10
II. Conseqüências provocadas devido à ausência da amizade:
A. Desentendimentos constantes:
“Duas pessoas andarão juntas se não tiverem de acordo?” Amós 3:3
B. Discussões insistentes:
“O orgulho só gera discussões” Provérbios 13:10
C. Intrigas intermináveis;
Quem maquina o mal será conhecido como criador de intrigas. Provérbios 24:8
D. Ciúmes fúteis:
“O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes…” I Co 13.4
E. Disputas inúteis:
“De onde vêm as guerras e contendas que há entre vocês? Não vêm das paixões que guerreiam” dentro de vocês? Tiago 4:1
F. Distanciamentos desnecessários:
“Quem se isola, busca interesses egoístas, e se rebela contra a sensatez”. Provérbios 18:1
III. Benefícios promovidos pela amizade no casamento:
A. Companheirismo:
“Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho”. Pr 4.9
B. Cumplicidade:
“Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne”. Mateus 19:6
C. Compromisso:
“O meu amado é meu, e eu sou dele”. Cânticos 2:16
D. Intimidade E FELICIDADE:
“Goza a vida com a mulher que amas, todos os dias de tua vida fugaz”. Ec 9.9
E. Fidelidade:
“Portanto, o que Deus uniu ninguém o separe”. Mateus 19:6
Um casamento saudável é solidificado na sincera e autentica amizade entre os cônjuges. Casais amigos vivem imunizados as infecções que provocam constantes desavenças e incita tantas separações!“O AMIGO AMA EM TODOS OS MOMENTOS”. Pv 17.17
Fonte gospelmais

quarta-feira, 16 de maio de 2012


Uns dos mais acalentados sonhos do ser humano é viver uma vida de paz. Muitos buscam refúgio na natureza, outros em longas viagens, na religião e tantos outros meios e paliativos, porém a única fonte de paz é o Príncipe da Paz, Jesus. O Ap. Paulo nos traz instruções maravilhosas em Filipenses 4.6 e 7 para alcançarmos a qualidade de vida, isto é, viver sem ansiedade: “Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus”.
Viver sem ansiedade é:
1. Tenha cuidado em guardar com diligencia.
Uma decisão firme de valorizar, dar crédito aos mandamentos e viver por eles.
“Foi-me bom ter eu passado pela aflição, para que aprendesse os teus decretos. Para mim vale mais a lei que procede de tua boca do que milhares de ouro ou de prata” (Sl 119.71, 72).
2. Amar ao Senhor nosso Deus.
É tê-lo como Pai, obedecê-lo em tudo andando em seus caminhos, buscando-o de todo coração e entendimento e dando a Ele a glória e honra e ser agradecido em tudo.
“Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor. Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força. Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração” (Dt 4.4-6).
3. Andar em todos os seus caminhos.
Veja a expressão: “todos os seus caminhos”, isto é, obediência total em tudo. Não negociar com o mundo e ser seduzido por satanás. Tomar uma decisão de ser santo.
“Ora, como recebestes Cristo Jesus, o Senhor, assim andai nele, nele radicados, e edificados, e confirmados na fé, tal como fostes instruídos, crescendo em ações de graças” (Cl 2.6, 7).
4. Guardar os seus mandamentos.
Os mandamentos do Senhor não são pesados. O guardar e praticar os mandamentos do Senhor traz segurança, prosperidade e sucesso.
“Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; ora, os seus mandamentos não são penosos, porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. Quem é o que vence o mundo, senão aquele que crê ser Jesus o Filho de Deus?” (1 Jo 5.3-5).
“Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti” (Sl 119.11).
“Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido” (Js 1.8).
5. Achegar-se a Ele.
É a decisão de amar, valorizar, aproximar, relacionar com intimidade e aliança com o Pai.
“Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós outros. Purificai as mãos, pecadores; e vós que sois de ânimo dobre, limpai o coração” (Tg 4.8).
“De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam” (Hb 11.6).
6. Servi-lo de todo o coração e alma.
Entrega total e sem reservas e o que fizer seja para glória do Senhor.
“Servireis ao Senhor, vosso Deus, e ele abençoará o vosso pão e a vossa água; e tirará do vosso meio as enfermidades. Na tua terra, não haverá mulher que aborte, nem estéril; completarei o número dos teus dias. Enviarei o meu terror diante de ti, confundindo a todo povo onde entrares; farei que todos os teus inimigos te voltem as costas” (Ex 23.25-27).
Veja o contraste com Jeremias 48.10, que diz: “Maldito aquele que fizer a obra do Senhor relaxadamente! Maldito aquele que retém a sua espada do sangue!”.
Quando andamos pelos princípios acima enumerados, o repouso vem da parte de Deus em todas as áreas e nos é entregue pelo Pai a possessão da terra e também uma abundancia material: “e lhes disse: Voltais às vossas tendas com grandes riquezas, com muitíssimo gado, prata, ouro, bronze, ferro e muitíssima roupa; reparti com vossos irmãos o despojo dos vossos inimigos. Assim, os filhos de Ruben, os filhos de Gade e a meia tribo de Manasses voltaram e se retiraram dos filhos de Israel em Silo, que está na terra de Canaã, para se irem à terra de Gileade, à terra da sua possessão, de que foram feitos possuidores, segundo o mandado do Senhor, por intermédio de Moisés” (Js 22.8, 9).
Fundamentado no texto de Ministério Monte Sião